Nildo Viana: “Karl Marx e a Essência Autogestionária da Comuna de Paris”

A Comuna de Paris foi um acontecimento histórico que marcou gerações, militantes, pensadores. Dentre o espectro dos grandes pensadores revolucionários, quase todos dedicaram pelo menos um texto, mesmo que breve, à Comuna, tal como Marx, Bakunin, Kropotkin, Korsch, CRL James, Debord, entre diversos outros. Isso se deve tanto à importância histórica da Comuna como ao … Continue lendo Nildo Viana: “Karl Marx e a Essência Autogestionária da Comuna de Paris”

Anúncios

Josip Tito sobre o Estado, Autogestão e Socialismo

A tomada da posse dos meios de produção pelo Estado (a estatização dos meios de produção) ainda não teve o efeito de implementar o slogan do movimento operário: "as fábricas para os trabalhadores", já que o slogan de "fábricas para os trabalhadores e a terra para o camponeses", não é um mero slogan de propaganda … Continue lendo Josip Tito sobre o Estado, Autogestão e Socialismo

A estruturalidade em Marx e o mito da ‘crítica ao burguês malvado’

Algo bastante comum nas críticas pejorativas a teoria de Karl Marx, seria a ideia de que este visualizaria, em sua essência, uma problemática moral e individual. Em outras palavras, que Marx acreditaria que os problemas apontados por ele no sistema capitalista, se dariam pela índole das pessoas - nas quais o capitalista seria um indivíduo … Continue lendo A estruturalidade em Marx e o mito da ‘crítica ao burguês malvado’

Estado, Manifesto Comunista, Autogestão e Marx: Esclarecendo Ideias

Em um dos meus últimos posts, eu tive a oportunidade de poder exemplificar a minha visão política e ideológica acerca de algumas coisas: em especial, a minha auto-denominação como um 'socialista libertário' ou 'autonomista', alinhado ao espectro marxista do comunismo de conselhos (Anton Pannekoek, Paul Mattick, Karl Korsch etc) com fortíssimas influências de ramos econômicos … Continue lendo Estado, Manifesto Comunista, Autogestão e Marx: Esclarecendo Ideias

A crítica de Joan Robinson à Utilidade Marginal

Joan Robinson (1903-1983) foi uma economista originalmente pós-keynesiana de nacionalidade britânica, e tida como a maior economista do século XX. Robinson também é uma das economistas que mais me influenciam dentro da minha concepção econômica e modo de enxergar os fenômenos dentro dessa seara, e uma das figuras femininas que mais admiro (junto com Rosa … Continue lendo A crítica de Joan Robinson à Utilidade Marginal

Uma breve apresentação sobre minhas preferências

Olá, seja bem-vindo (a). Você pode estar um pouco confuso ao entrar aqui. Mas mesmo assim, bem-vindo ao meu blog, novamente. Eu resolvi fazer essa publicação em especial, para me apresentar melhor, e descrever basicamente o que eu sou. Como podem checar, aqui é o meu canto de dissertação. É o lugar que escolho para … Continue lendo Uma breve apresentação sobre minhas preferências

A antieticidade inerente da ética libertária e brutalista

Autor (para citações): Rian Vieira Lobato Índice Esquemático: Sobre as críticas ao austrolibertarianismo e as problemáticas empíricas A Contradição Transcendental: O Argumento Genérico  Acerca da Minha Reformulação da Contradição Transcendental: Inferências 3.1. Premissa A: Suas Inferências Lógicas                   3.1.2. Estado Causador? It Doesn't Really Matter.       … Continue lendo A antieticidade inerente da ética libertária e brutalista